Arquivos de tags: Cisne Negro

Patinho Feio


Cena do filme "Cisne Negro" (2010)

ATENÇÃO! SE VOCÊ AINDA NÃO ASSISTIU AO FILME “CISNE NEGRO”, HÁ SPOILERS!

“Cisne Negro” foi, para mim, mais do que um drama envolvente de excelente qualidade artística: também serviu como revisão de inúmeros conceitos que aprendi ao longo de minhas aulas de psicanálise freudiana. A análise da angústia de Nina nos permite entender não apenas seu caso específico, como também explicitar mecanismos presentes em todos nós e, até mesmo, aprofundar certas discussões apresentadas no filme.

Saiba mais

Anúncios

O incômodo do ‘Cisne Negro’


Sim, porque o filme incomoda. Não achei palavra melhor para designar a sensação de dúvida, estranhamento e identificação vivenciada ao vê-lo no cinema. Vá lá assistir para saber do que estou falando ou admita-se como insensível se você não concorda. Nada de loura angelical, nem morena tentadora, como pregou durante tanto tempo a literatura. Já era o maniqueísmo dos contos-de-fadas, o mocinho contra o vilão. E está aí o drama psicológico ‘Cisne Negro’, que estreou em 4 de fevereiro nos cinemas, para não nos deixar mentir.

No longa, a protagonista Natalie Portman encarna com genialidade o papel de uma moça ‘certinha’ que precisa encontrar sua versão ‘malvada’, por assim dizer, para realizar um grande sonho. Para tal transposição entre Natalies, o longa abusa de metáforas e imagens já desgastadas, como o branco e preto, a gêmea do mal e a do bem. A sensação de realidade experimentada talvez venha do fato de ser o balé (e a ideia de dedicação que o envolve) o plano de fundo para a criação do ‘lado B’ da personagem.

Saiba mais

%d blogueiros gostam disto: